') popwin.document.close() }

Jornal Olho nu - edição N°213 - Agosto de 2018 - Ano XIX

Anuncie aqui

Festa Havaiana do NATVale

 25 e 26 de agosto Praia Mansa - Ubatuba

 

(enviado em 27/07/18 por Naturistas do Vale do Paraíba e do Litoral Norte)


NATVale luta por praia de Nudismo em Ubatuba

por Pedro Ribeiro e Ubiratan Fazendeiro

A Associação dos Naturistas do Vale do Paraíba (NATVale) reuniu-se nos dias 23 e 24 de junho para realizar um Luau em uma propriedade alugada na fronteira entre os municípios de Ubatuba e Caraguatatuba, no estado de São Paulo. É a antiga Taoland Pousada Ecológica, hoje interditada pela Promotoria do Meio Ambiente de Ubatuba, boa parte já tomada pela mata, onde hoje mora o Lucas, que guarda o local. Cerca de 17 pessoas prestigiaram o evento que teve a participação também de um jornalista inglês do The Guardian e do presidente da Federação brasileira de Naturismo, Pedro Ribeiro.

 

As presenças do jornalista, do presidente da FBrN e do membro do Conselho Maior da Federação, Paula Silveira não foram ao acaso. Eles estiveram lá para ouvir e visualizar a proposta que a associação tem sobre a oficialização de uma praia naturista na região. Uma batalha que envolve a comunidade e os políticos locais. Na tarde de sábado o grupo fez a primeira visita à praia da Lagoa, uma das possíveis, para conhecê-la. Ela fica a uma breve caminhada da pousada, cercada pela natureza ímpar da mata e um extensa lagoa.

 

Img: Nathan Silveira

A praia da Lagoa é uma das possibilidades de luta para o Naturismo

O grupo ficou ao lado direito de quem chega à praia e logo tiramos nossos biquínis e sungas. Do lado da Lagoa havia outras pessoas, Ficamos de boa andamos pela praia e acabamos indo todos para a Lagoa. Havia gente acampando por perto.

 

A noite de sábado foi regada com muita comida típica junina como canjica, milho cozido e batata doce assada na brasa e outros assados. Todos reunidos em volta da fogueira e tochas, com decoração esmerada. Enquanto as crianças se divertiam, correndo para lá e para cá, rolava muito papo e música ao vivo com o cantor convidado especial Rob Junior e o naturista Jorlane interpretando reggae e MBPs no violão sem aparatos eletrônicos. Não faltaram o vinho e a cerveja para animar a festa. Para dormir os naturistas foram alojados em barracas de camping, nos diversos colchões da casa principal ou nos pequenos chalés que fazem parte da propriedade.

 

No domingo o grupo se dividiu indo parte para Praia Mansa, outros para a Praia da Lagoa e outros ficaram na casa.

 

Na Praia da Lagoa foi encontrado um grupo de mais ou menos 10 pessoas, e três pescadores pedimos autorização um por um para ficarmos nus, não havendo oposição tiramos a roupa e ficamos próximos aos vestidos, tanto do grupo naturista, como dos vestidos poucos se arriscaram ao mar que estava frio, ficando mais na Lagoa cuja a parte rasa esquenta mais.

 

Os que foram à Mansa chegaram e tiraram a roupa, ao perceberem que havia outro grupo fizeram menção que iriam se vestir mas os de lá disseram “ por nós não, continuem pelados” e assim foi feito, logo depois chegou uma pessoa que não estava com a gente e foi tirando a sunga caiu no mar e mais tarde apareceu outros vestidos que foram pegos de surpresa e passaram pela gente. A Praia Mansa por ser pequena as pessoas saem da mata e já confrontam com quem lá esteja.

 

Após a volta da praia  no domingo o grupo se reuniu para debater questões relativas à legalização.

Antes do almoço fizemos uma reunião de avaliação com a presença do Pedro Ribeiro da FBrN e Paula da SPnat e chegamos a conclusão que a nudez tanto na Mansa como da Lagoa, está bem aceita, por sinal já há outras pessoas ficando nuas por lá.

 

É importante que os naturistas visitem continuamente essas praias, principalmente a da Lagoa.A área é de proteção ambiental, necessita que tenhamos cuidado especial com a natureza exigindo que não deixemos nada e é sempre bom levar consigo um saco de lixo para recolher coisas deixadas por turistas sujões. O local não conta com serviço público de limpeza e temos de fazer nossa parte levando o lixo embora.

 

O nosso desejo é que todos conheçam o naturismo, sejam livres de qualquer pudores criados pelo mundo em relação a nudez.

 

O naturismo está despertando, e a sociedade está amadurecendo quanto o direito natural das pessoas estarem nuas entre amigos e junto a natureza.

 

O naturismo e sua orientação de proteção dos espaços naturais, controle de excesso de consumo ajudará a preservar estas praias.

 

A Natvale toma várias iniciativas que permitam aos naturista interagir socialmente.

 

O próximo encontro do grupo de naturista acontecerá em 25 e 26 de agosto no Litoral. Maiores informações serão divulgadas na página da NatVale no Facebook.

 

(enviado em 3/07/17 via whatasapp)


Olho nu - Copyright© 2000 / 2018
Todos os direitos reservados.